Como fazer a sua marca mais relevante no ponto de venda

O processo de compra sofreu grandes mudanças nos últimos anos. Graças à transformação digital, os clientes ganharam mais possibilidades de comparar preços e soluções, evitar anúncios e adaptar as compras a uma rotina cada vez mais atribulada. Diante dessas transformações, cabe às empresas fazer uma gestão de marca mais inteligente, justamente para deixá-la mais relevante no ponto de venda. Isso é fundamental na conquista de resultados nos negócios. Esse entendimento se ampara em três pilares:
  • detalhamento do público-alvo
  • posicionamento de marca
  • construção multissensorial
Detalhamento de público-alvo: nessa etapa, o público-alvo da empresa é estudado criteriosamente. A partir das características mais relevantes, a base de clientes é segmentada. interna_lojas Foto Divulgação Posicionamento de marca: após a segmentação do público, investiga-se como comunicar a identidade de marca e como construir essa personalidade diante dos clientes; Construção multissensorial: uma marca deve explorar todos os pontos de contato com o consumidor. Estimulando diferentes sentidos, ela ganha mais espaço na memória dos clientes. Dar atenção total a isso não se trata de mero capricho. É uma exigência de mercado. Para garantir um lugar no coração e na mente dos consumidores, a união de estratégias de branding e gestão de marcas pode ajudar a trazer mais relevância no ponto de venda. Os consumidores estão ainda mais seletivos na hora da compra, e por isso as marcas precisam romper barreiras no ponto de venda. Em geral, as empresas não transmitem a sua essência nas lojas, e esquecem que esse é o local onde o cliente usufrui da experiência de marca de uma maneira mais tátil. interna_lojas_02 Foto Divulgação O marketing sensorial explora os sentidos para comunicar os valores de uma marca, ativando novas percepções, entre os consumidores. Com recursos que atingem o subconsciente das pessoas, essa estratégia interfere no humor dos clientes e impulsiona vendas, criando experiências marcantes. Por isso, vá além dos recursos visuais e crie um ambiente agradável, que marque o público por meio do tato, do olfato, da audição e do paladar. Para aguçar a audição, por exemplo, a pioneira Radio Ibiza, baseia-se sempre no entendimento da música como uma forma de experiência sensorial no ponto de venda e não como uma simples ambientação. Além de entregar a identidade musical desses ambientes, a Radio estuda cada detalhe do espaço, do cliente, do público e da marca para montar a experiência sensorial perfeita. Cada playlist é pensada exclusivamente para a marca.

Aspas-01_rosaPara uma experiência entre a marca e o consumidor se tornar muito mais completa não pode faltar uma trilha sonora incrível. A música aproxima as pessoas do ponto de venda, fazendo com que queiram ficar mais tempo por lá. Além de criarem uma memória afetiva e musical com a marca

Aspas-02_rosa

, diz Pedro Salomão, sócio diretor da Radio Ibiza.

Sendo assim, é possível construir um relacionamento duradouro com os clientes, capaz de render frutos e indicações. As marcas de maior sucesso são completamente coerentes na gestão de todos seus ativos, de forma inovadora, consistente e relevante. Aliás, vale destacar que quando a identificação positiva de uma marca se torna forte o bastante, ela passa a valer mais do que o próprio produto. E este é um dos motivos que não se pode deixar a desejar com a gestão da marca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

QUER SABER MAIS SOBRE OS NOSSOS SERVIÇOS?

Preencha o formulário abaixo e entraremos em contato