5 compositores de trilha de Cinema pra você conhecer

O Dia Mundial do Compositor é comemorado no dia 15 de janeiro. Para esta data, separamos uma seleção com alguns compositores de cinema de quem você pode até não ter ouvido falar, mas certamente já escutou as trilhas na sua vida. A composição de trilhas originais para Cinema é parte importante da criação da atmosfera de um filme e pode eternizar uma obra. Vamos conhecer alguns nomes? Para começar, ele que é o papa da trilha sonora de Hollywood. O maestro americano John Willians é o homem vivo com mais indicações ao Oscar, são 50 ao todo – no total fica atrás apenas de Walt Disney com 59. Willians ficou conhecido do grande público com a inesquecível trilha de Tubarão (1975), cujas notas graves tornaram-se sinônimos de suspense. O maestro é amigo do diretor Steven Spielberg e a parceria dos dois gerou grandes resultados como E.T. o Extraterrestre (1982), A Lista de Shindler (1993) e Jurassic Park (1993). Lembra dessas? John Willians também tem em seu currículo a trilha de filmes da saga Guerra nas Estrelas (Sim! Ele é o autor da Marcha Imperial), além de outras icônicas como a do filme Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001), Superman: O Filme (1978) e Os caçadores da arca perdida (1981), com o protagonista inesquecível Indiana Jones. Nascido em 1957, o compositor alemão migrou para as trilhas de cinema apenas nos anos 80. Antes, era instrumentista nas bandas ‘Ultravox’ e ‘The Buggles’, onde tocava teclado e sintetizadores. A estreia no cinema foi com a trilha do Filme Rainman (1988), com uma indicação ao Oscar. Zimmer tem em seu currículo as trilhas de filmes como Thelma e Louise (1991), Piratas do Caribe: a maldição do Pérola Negra (2003) e também os demais da saga, Gladiador (2004), Batman o Cavaleiro das Trevas (2008), A Origem (2010) e Interestelar (2014). Também é de Hans Zimmer a banda sonora do de O Rei Leão (1994), premiada com o Oscar. Mas é bom lembrar que o compositor alemão é o criador apenas das músicas instrumentais do filme. As canções com letra como as memoráveis “Circle of Life” e “Can You Feel The Love Tonight” são parceria de Elton Jhon e Tim Rice. Maestro, arranjador e compositor, o italiano Ennio Morricone é autor da trilha dos clássicos westerns, ou filmes de faroeste, dirigidos por Sergio Leone, como Por um punhado de dólares (1964), Por uns dólares a mais (1965) e Três homens em conflito (1966). Ainda no gênero, Morricone é autor da trilha de Era uma vez no Oeste (1968). Em 2016, venceu seu primeiro Oscar com a trilha de Os oito odiados (2015), de Quentin Tarantino. Apesar da notoriedade grande com a composição para westerns, o maestro também compôs a trilha de filmes como Cinema Paradiso (1988) e Bugsy (1991) e Malena (2000). O compositor norte-americano foi o principal nome das trilhas da Disney nos anos 90. Menkel é vencedor de 8 oscars, com uma particularidade: em todos os anos que venceu a categoria Trilha Sonora Original, venceu também a categoria Canção Original. Olhem só a sequência de clássicos: 1989 – Vencedor, Trilha Sonora Original – A Pequena Sereia – Vencedor, Canção Original (com Ashman) – “Under the Sea”, de A Pequena Sereia 1991 – Vencedor, Trilha Sonora Original – A Bela e a Fera – Vencedor, Canção Original (com Ashman) – “Beauty and the Beast”, de A Bela e a Fera 1992 – Vencedor, Trilha Sonora Original – Aladdin – Vencedor, Música Original (com Tim Rice) – “A Whole New World”, de Aladdin 1995 – Vencedor, Canção Original (com Stephen Schwartz) – “Colors of the Wind”, de Pocahontas – Vencedor, Trilha Sonora Original – Pocahontas Seu primeiro grande trabalho foi O Cidadão Kane (1941) de Orson Welles, e desde então Herrmann acumulou excelentes trilhas sem ser tão reconhecido com premiações da Academia americana. O compositor teve uma próspera parceria com o diretor Alfred Hitchcock, cujo símbolo é a trilha de Psicose (1960). O filme e sua banda sonora são até hoje sinônimos de suspense e apreensão. Um belo exemplo de contribuição da trilha para a eternização de uma obra cinematográfica. Outros filmes com trilha assinada por Herrmann são Um corpo que cai (1958), Taxi Driver (1976), O Egípcio (1954) e Cabo do Medo (1991).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

QUER SABER MAIS SOBRE OS NOSSOS SERVIÇOS?

Preencha o formulário abaixo e entraremos em contato