O Faro está de volta ao rádio carioca com o cantor Rubel

PRA OUVIR ·


O Faro é muito importante para que as pessoas entendam que o novo sempre vem. Elis Regina já cantou isso há muito tempo.

Fabiane Pereira, apresentadora do Faro.

Aspas-02_rosa

 

 

Temos uma ótima notícia para os amantes da música brasileira, como nós. O programa Faro, da antiga MPB FM, apresentado pela jornalista Fabiane Pereira, está de volta! Depois de sete meses fora do ar, o único programa voltado exclusivamente para a disseminação da produção musical contemporânea voltará no próximo domingo, dia 6 de agosto, às 22h, na rádio Sulamérica Paradiso FME, para a alegria dos fãs, o primeiro convidado foi o cantor Rubel.

Como já estávamos ansiosos, fomos conferir a gravação do primeiro programa Faro e o Pocket Show do cantor no FM Hall e fizemos uma entrevista exclusiva com a Fabi, que nos contou sobre suas expectativas e as novidades sobre a volta do Faro.

Confira aqui:

Radio Ibiza: Como é pra você voltar com o programa?

Fabiane Pereira: Eu to super feliz pelo programa ter voltado ao dial. Essa conquista não é uma conquista minha, estou sendo muito sincera, eu estou morando em Lisboa, porque estou fazendo um mestrado lá, e estou nessa ponte aérea. É uma conquista de duas pessoas, na verdade, da Ariane, a ex dona da MPB FM, dona da marca, e do Alexandre Rangel, diretor de novos negócios, da Sulamérica Paradiso FM, e os dois queriam muito que o Faro voltasse ao dial, conversaram comigo e a gente está há 7 meses tentando negociar a volta do programa, porque uma das coisas que eu não abri mão era que o Faro fosse exatamente do jeito que ele era. Eu não queria colocar artistas misturados no programa, queria que ainda continuasse sendo um programa exclusivo para tocar novos artistas. Me preocupei em manter a curadoria do programa, porque a gente já está há muitos anos fazendo, então temos um filtro um pouquinho maior. Eu tenho muita alegria dos dois terem confiado em mim para eu continuar fazendo o programa. Estou super feliz dele estrear na casa nova.

Radio Ibiza: Qual a importância da volta do programa para a cultura brasileira?

Fabiane Pereira: Eu acho que o fechamento de uma rádio, como a MPB FM, independente do poder de alcance dela, o fechamento de qualquer veículo de cultura, muito complicado, ainda mais com a situação política que a gente vive. A gente tem que, cada vez mais, abrir portas e não fechar portas. E o Faro, culturalmente, é muito importante para que as pessoas entendam que o novo sempre vem. Elis Regina já cantou isso há muito tempo. E as pessoas precisam entender isso. O Faro ajuda o ouvinte que não está acostumado a alguns ritmos, alguns gêneros, alguns nomes, alguns artistas. Aos poucos, ele vai plantando essa sementinha. Isso que eu acho muito importante. Todas as rádios deveriam ter um programa como o Faro. É uma mentira quando as pessoas dizem que os ouvintes não querem coisas novas. Eu uso sempre uma frase do Gilberto Gil que é “o povo sabe o que quer, mas o povo também quer o que não sabe”. Então, muitas vezes, a gente toca uma coisa que o ouvinte não queria ouvir e ele pode gostar e aquilo pode reverberar e crescer muito. O Faro tem uma importância muito grande nesse sentido.

Radio Ibiza: Já tem muitas ideias de artistas e bandas para o programa?

Fabiane Pereira: Eu estou no Brasil até 1º de outubro e eu vou deixar gravado até 1º de dezembro, e eu já estou com a programação completamente fechada. Quando a gente anunciou que o Faro voltaria, foi uma comoção. Chega lá em casa uma quantidade absurda de CDs, o que é ótimo, porque dizer que a música brasileira acabou é você não conhecer nada de música brasileira. Para essa temporada, já está tudo fechado e já estamos também começando a pensar em Faro Verão.

Radio Ibiza: Alguma novidade da próxima gravação?

Fabiane Pereira: Estamos tentando data com a Mallu Magalhães, que eu quero muito, Emicida e Criolo já estão agendados, Leticia Novaes, a banda Mombojó, Marcelo Jeneci, Tulipa Ruiz… Tem muita gente bacana agendada.

Subscribe

QUEM ESCREVE?

Redação

jornal@radioibiza.com.br

carregando