10 álbuns da Som Livre que você não pode deixar de ouvir

PRA OUVIR ·

Quem nos acompanha por aqui – e por todas as outras mídias -, já sabe que adoramos compartilhar nossas dicas musicais.

E, dessa vez, não foi diferente: nossa equipe se reuniu para escolher seus álbuns preferidos produzidos pela Som Livre. Que tal?

Vem conferir:

Magnetite – Scalene

“Magnetite” é o terceiro álbum de estúdio da Scalene. O projeto apresenta um repertório de 12 faixas inéditas compostas exclusivamente pela banda. Agrega também toques abrasileirados e timbres eletrônicos ao rock’n’roll.

Home – Jesuton

Como já falamos por aqui, o álbum “Home” da cantora londrina Jesuton explora o repertorio de músicas inéditas e autorais. O álbum contém 12 faixas e conta com a participação especial de grandes nomes como Seu Jorge, Dani Black e Salvatore Cafiero. Confira a entrevista que fizemos com a cantora aqui.

Brasileiro – Silva

Como também já falamos aqui, o “Brasileiro”, do Silva, se tornou um dos nossos favoritos. Lançado pelo selo Slap, o álbum conta com 13 faixas inéditas sendo duas instrumentais e a participação especial da cantora Anitta em “Fica Tudo bem”. O álbum, que apesar de ter melodias mais calmas comparado aos trabalhos anteriores, traz ritmos mais brasileiros.

Garimpo – João Cavalcanti

“Garimpo” é o álbum solo do cantor e compositor João Cavalcanti. João, que durante 17 anos foi vocalista do grupo de samba carioca Casuarina, trás nesse álbum boa música e sua voz incrível.

Pra Gente Fazer Mais um Samba – Wilson das Neves

Já que Wilson das Neves deixou tantas saudades, quisemos colocar esse álbum aqui. Em “Pra Gente Fazer Mais um Samba”, o instrumentista carioca apresentou composições de Aldir Blanc, Moacyr Luz, Arlindo Cruz, entre outros. Com seu timbre marcante, o cantor trouxe muito samba, como fez durante toda a sua vida.

Segundo Sol

A nova novela das 20h da Rede Globo tem como tema a Bahia e o axé, como gênero musical. Muito por isso, a novela investiu em uma trilha sonora que é uma reunião de releituras de canções que marcaram aquela época até hoje. Vozes como Johnny Hooker, Alcione, Daniela Mercury, Ana Vitória, entre outros fazem parte da trilha.

Amor é Isso – Erasmo Carlos

O 31º álbum do cantor e compositor Erasmo Carlos tem seu repertório pautado pela abertura de novas parcerias em sua obra autoral. Erasmo canta, por exemplo, músicas compostas com Adriana Calcanhotto, Emicida, Samuel Rosa e até com o amigo Tim Maia. A parceria póstuma é o samba-soul Novo Love, gravado originalmente em inglês como New Love há 45 anos pelo cantor carioca.

Silva Canta Marisa – Silva

Mais uma vez por aqui, o cantor Silva, mas com seu álbum “Silva Canta Marisa”. O trabalho conta com um repertório de 22 faixas relembrando não só sucessos de carreira da Marisa Monte como também outras canções emblemáticas em sua voz. “Silva Canta Marisa” marca o encontro do novo com o tradicional na voz do vanguardista Silva homenageando Marisa Monte.

A Última Palavra Fecha a Porta – Plutão Já Foi Planeta

Finalista do programa Superstar, na TV Globo, a banda “Plutão Já Foi Planeta” lançou seu álbum de estreia pelo selo slap e nós amamos. Conhecida pela sua linguagem rica em timbres e sonoridades, a banda de Natal apresenta em “A Ultima Palavra Fecha a Porta” um repertório de 10 faixas com músicas tocadas durante o reality e outras inéditas. O trabalho conta ainda com a participação especial de Maria Gadú e Liniker.

Onde Nascem os Fortes

Com 15 faixas nacionais e internacionais, a trilha sonora da supersérie da TV Globo se destaca com clássicos como “Porque homem não chora”, de Pablo, e “Your Song”, de Elton John.

Subscribe

QUEM ESCREVE?

Redação

jornal@radioibiza.com.br

carregando